Saiba por que o GetApp é grátis

Conheça 3 opções de app para personal trainer

Publicado em 28/02/2023 por Marcela Gava

O app para personal trainer permite ao profissional atender seus alunos de forma mais organizada ao mesmo tempo em que pode aproveitar os recursos que uma plataforma digital proporciona para a gestão dos negócios. Neste artigo, veja uma lista de softwares para personal trainer.

Confira 3 opções de app para personal trainer

Seja para ganhar condicionamento físico, seja para dar continuidade ao "projeto verão", tem crescido a procura pelos serviços de personal trainers no Brasil. Neste cenário, é importante que os profissionais da categoria busquem profissionalização, e o uso da tecnologia nessas horas pode contar a favor de seus negócios.

Afinal, além do conhecimento sobre a relação do corpo humano com práticas esportivas, aprender sobre as diversas ferramentas de comunicação disponíveis e administrá-las pode ampliar a presença do profissional no mercado para alcançar pessoas potencialmente interessadas em contratar esse tipo de atendimento.

Pensando nesses profissionais, o GetApp selecionou uma lista de aplicativos para personal trainers. Para participar da seleção, os softwares deveriam oferecer uma versão de teste –confira a metodologia completa no final do artigo. 

1.

O FitSW é outra opção de software para personal trainer
Página do FitSW que reúne métricas dos clientes (Fonte)
  • Qualidade/preço: 4,5/5
  • Recursos: 4,2/5
  • Praticidade: 4,4/5
  • Classificação geral: 4,4/5

O FitSW permite criar planos de treinamento e designá-los aos alunos, além de adicionar esse material a uma biblioteca de templates. Embora a ferramenta ofereça vídeos de demonstração para cada exercício, o profissional pode substituí-los com a sua própria versão. É possível ainda adicionar notas sobre treinamentos ou exercícios específicos. 

Em relação ao calendário, esse app para personal trainer permite que o usuário defina sessões de treinamento que enviarão lembretes automáticos aos clientes. Também há a possibilidade de estabelecer eventos ou sessões recorrentes. 

O progresso do aluno pode ser visualizado através do histórico de fotos de "antes e depois" e pela criação de métricas ou macros. Outro recurso do FitSW é a possibilidade de cobrança de taxa extra para admissão em salas de treino virtuais que tenham vagas disponíveis para não-alunos.

A ferramenta possui também uma funcionalidade de inteligência artificial que analisa o movimento de exercícios dos alunos e os pontua com base em métricas de especialistas, destacando deficiências na execução. 

2.

O aplicativo para personal trainer My PT Hub inclui uma página com métricas
Exemplo de dashboard do My PT Hub (Fonte)
  • Qualidade/preço: 4,6/5
  • Recursos: 4,4/5
  • Praticidade: 4,4/5
  • Classificação geral: 4,6/5

O My PT Hub é um aplicativo para personal trainers que inclui uma biblioteca de vídeos para ajudar os profissionais na criação de treinamentos personalizados. Se preferir, o instrutor pode criar seus próprios vídeos e descrições para adicionar à rotina de exercícios dos seus clientes.  

A funcionalidade de calendário do My PT Hub permite que o instrutor divulgue sua disponibilidade, assim novos clientes ou alunos podem fazer agendamento de classes individuais ou em grupos. Caso não haja disponibilidade para uma data, os clientes podem se inscrever em uma lista de espera e são notificados caso haja algum cancelamento. É possível integrar o calendário do MY PT Hub a outras agendas.

Na organização do evento, a ferramenta permite especificar localização, capacidade, duração, custo e lista de espera. O usuário da ferramenta pode visualizar quem está participando dos eventos através de um registro de presença integrado ao recurso. 

Os usuários do My PT Hub podem criar, editar e adicionar notas com informações relevantes relacionadas a um cliente –o conteúdo fica acessível apenas ao treinador. A ferramenta oferece ainda um histórico de exercícios para que o aluno possa acompanhar seu progresso, além de um chat instantâneo para que ele possa enviar mensagem ao instrutor.

3.

O app para personal trainer WeStrive oferece uma agenda para o cliente acompanhar o programa de treinamento
Agenda do WeStrive com programas de treinamento personalizados (Fonte)
  • Qualidade/preço: 4,9/5
  • Recursos: 4,9/5
  • Praticidade: 4,9/5
  • Classificação geral: 5,0/5

O WeStrive é um app para personal trainer que oferece um banco de dados com fotos e vídeos de demonstrações de exercícios, além de permitir que o usuário faça upload de sua própria mídia. A ferramenta nativa de mensagens permite que o treinador envie gifs e vídeos para auxiliar clientes em seus treinamentos.

Com o WeStrive, o personal trainer consegue criar e salvar treinos específicos classificados por dias da semana e aplicá-los aos clientes que tenham o perfil recomendado para aquelas atividades. Um calendário permite que o profissional atribua tarefas de forma automática à agenda dos alunos.

O aplicativo oferece aos profissionais uma página web com informações de contato e avaliações dos clientes, além de um marketplace para que outras pessoas possam encontrá-lo. A página pode contar ainda com uma lista de programas e exercícios para que o personal trainer possa oferecer pacotes de assinatura aos futuros alunos.

O que levar em conta na escolha de um app para personal trainer?

O uso de um app para personal trainer pode ajudar o profissional a otimizar tarefas rotineiras, como a customização de programas de treinamento, agendamento de sessões, além da comunicação com os clientes. Abaixo, listamos alguns pontos a serem considerados na escolha de um aplicativo para personal trainer:

  • Número de clientes: na hora de selecionar um software, é importante considerar a quantidade de clientes, já que algumas ferramentas cobram a mais dependendo do número de perfis criados. Se seu negócio está em crescimento, analise as opções que permitem você integrar clientes adicionais à sua base de dados.
  • Disponibilidade dos recursos: os softwares para personal trainer oferecem funcionalidades variadas. Se sua necessidade está mais atrelada ao agendamento de sessões, considere uma opção que possua funções robustas associadas ao calendário. Se for mais relacionada à criação de programas de treinamento, avalie as opções que oferecem bibliotecas com demonstrações de exercícios, por exemplo.
  • Comunicação com o cliente: muitas ferramentas possuem funções nativas para troca de mensagens, o que é útil para profissionais que preferem concentrar sua comunicação em uma plataforma em vez de utilizar redes sociais para se comunicar com os clientes. 
Busca software para personal trainer? Confira nosso catálogo.


Metodologia

O GetApp selecionou os apps para personal trainer com base nos seguintes requisitos:

  • Ser compatível com a definição de mercado para softwares para personal trainer: “Os produtos dessa categoria permitem que personal trainers e outros profissionais de fitness e bem-estar agendem e acompanhem sessões de treinamento e exercícios, sejam eles autônomos ou afiliados a uma academia ou organização de saúde”.
  • Possuir alguns recursos principais da categoria: criação de programas de treinamento e criação de perfis de clientes.
  • Reunir mais de 30 avaliações de usuários na página do GetApp deixadas nos últimos dois anos (a partir de fevereiro de 2021).
  • Ter uma classificação geral igual ou superior a 4,0 em um total de 5,0 pontos na página do GetApp.
  • Oferecer uma versão de teste do software por um tempo limitado. 

Os programas foram listados neste texto de acordo com a ordem alfabética.


Esse artigo pode se referir a produtos, programas ou serviços ainda não disponíveis em seu país, ou pode ter restrições legais ou regulatórias. Sugerimos que você consulte o provedor de software diretamente para informações sobre disponibilidade do produto ou conformidade com as leis locais.

Sobre o(a) autor(a)

Marcela é analista de conteúdo do GetApp. Jornalista com mestrado em cultura, cobre tendências de tecnologia. Suas pesquisas já saíram em Valor Econômico, Forbes e Exame.

Marcela é analista de conteúdo do GetApp. Jornalista com mestrado em cultura, cobre tendências de tecnologia. Suas pesquisas já saíram em Valor Econômico, Forbes e Exame.